Edital da Fundação Cultural Palmares

Instituição do MinC publica edital para qualificação de agentes culturais e criação de núcleos de formação

Brasília – Implantar dez Núcleos de Formação de Agente Cultural da Juventude Negra (NUFACs). Com esse objetivo, a Fundação Cultural Palmares, instuição vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), publicou edital – Chamada Pública nº 001/2012, no Diário Oficial da União de terça-feira, 17 de julho (DOU, Seção 3, págs. 13 e 14).

As dez propostas serão selecionadas a partir das inscrições de órgãos ou entidades da administração pública direta e indireta federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal; instituições culturais públicas e entidades privadas sem fins lucrativos, que tenham, entre outros requisitos, foco de atuação em cultura e educação.

Cada núcleo receberá um investimento de R$ 570 mil. Desse montante, R$ 200 mil é destinado a bolsa incentivo e R$ 370 mil para as demais despesas do NUFAC. A meta é que cada um desses espaços trabalhe diretamente com 200 jovens entre 15 e 29 anos.

Inscrições

O prazo para as inscrições das propostas é 20 de agosto. Os NUFACs serão criados em todas as regiões brasileiras, sendo um na região Norte, um na região Sul, dois na Centro-Oeste, três na região Nordeste e três no Sudeste.

Com isso, procura-se viabilizar a capacitação/qualificação profissional de 2.000 jovens negros e negras do ensino fundamental e médio, completo e incompleto, oriundos das classes sociais C, D e E de todas as regiões brasileiras, no período de 12 meses, sendo dois meses destinados à preparação e os demais à realização de cursos.

A expectativa é que, uma vez formados, esses agentes estejam aptos a desenvolver atividades profissionais nos programas do Ministério da Cultura, como: Usina Cultural, Agente de Leitura, Praça de Esporte e Cultura (PECs) e outros promovidos em parceria com a sociedade civil.

A seleção de projetos para implantação de dez Núcleos de Formação de Agente Cultural da Juventude Negra faz parte do cumprimento das diretrizes formuladas pelo Fórum Nacional dos Direitos da Cidadania do Governo Federal,.

Veja o edital

(Texto: Marcos Agostinho, Ascom/MinC)

Obras de revitalização do Pelourinho serão iniciadas em 2013

Tags

Projeto de reforma das áreas é assinado pelo arquiteto Arthur Casas, vencedor de concurso no início do ano

Texto de Aline Rocha

A Secretaria de Cultura (Secult) da Bahia, por meio do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), anunciou que vai iniciar as obras de requalificação dos três largos do Pelourinho no primeiro semestre de 2013. No início do ano, o arquiteto Arthur Casas venceu o concurso realizado pela regional baiana do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) para a reforma dos locais.

O projeto executivo da requalificação dos largos Tereza Baptista, Pedro Arcanjo e Quincas Berro D’Água deve ser entregue pelo arquiteto até dezembro deste ano. As intervenções devem ser concluídas em 2014, para a Copa do Mundo que acontecerá naquele ano.

Entre as obras da Secult, está a construção de um palco articulado em um terreno baldio no Pelourinho. O projeto tem o objetivo de proteger a área, que sofre com montagens de grandes estruturas durante eventos.

O projeto de Arthus Casas prevê que os largos sejam pintados de branco, além de ganharem cinemas, teatros, mirante, parque e um passeio público, entre outro

Para mais informações sobre o concurso acesse aqui

Nota

Comunicado MinC

Tags

, ,

Sefic informa sobre os trabalhos de otimização do fluxo de informações

Com a finalidade de proporcionar maior celeridade ao fluxo de informações com os proponentes, desde o final de janeiro a maioria dos informes para ajustes necessários aos projetos incentivados pela Lei Rouanet estão sendo registrados no Sistema de Apoio às Leis de Incentivo (Salic), no campo “Situação” – “Providência Tomada”.

Nesse sentido, o Ministério da Cultura, por meio da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic), comunica que os trâmites afetos à análise documental também estão sendo informatizados.

A partir de terça-feira, 27 de março, a solicitação de documentos e os informes da Coordenação-Geral de Análise de Projetos de Incentivos Fiscais (CGAPI) da Sefic serão realizados apenas mediante o Sistema Salic e não mais encaminhados por meio físico, exceto aqueles obrigatórios que envolvem o cumprimento de ritos legais.

O procedimento está amparado no § 8º do Art. 103 da Instrução Normativa nº 1, de 9 de fevereiro de 2012.

Os produtores culturais devem monitorar todas as ações e situações dos seus projetos junto ao Sistema Salic. Também é importante que esteja atualizado com as informações disponibilizadas no site do Ministério da Cultura.

Mais informações

– Atendimento ao Proponente: (61) 2024.2082

– Horário: segunda a sexta, das 9h às 12h, e das 13h30 às 17h

(Sefic/MinC)

Desinfestação por anóxia

SISTEMA ANÓXIO PARA DESINFESTAÇÃO DE DOCUMENTOS E BENS CULTURAIS

No intuito de ampliar as suas ações no campo da preservação de obras de arte, a empresa Grupo Oficina de Restauro vem, desde o ano de 2008, utilizando a técnica dos gases inertes para o combate e erradicação de agentes biológicos em coleções e arquivos que contenham material celulósico.

Este processo é seguro, não inflamável e totalmente inerte ao material em tratamento. É monitorado por equipamentos de última geração com altíssimo nível de sensibilidade e precisão. Com tecnologia de ponta, tem sua eficácia cientificamente comprovada e patenteada. Não modifica as propriedades físico-químicas do bem tratado ficando o bem absolutamente inalterado da sua forma original, mesmo a nível microscópico. Com equipamento portátil, o procedimento pode ser realizado “in situ” e moldado na forma e tamanho necessários para o tratamento.
O referido processo, também denominado anóxia ou atmosfera modificada, consiste no isolamento em partes do material infestado no interior de bolsas plásticas impermeáveis de alta barreira e na substituição do oxigênio por um gás inerte, nitrogênio ou argônio, que reduz o oxigênio contido em cada bolsa para níveis inferiores a 0, 2%. O período de permanência do material dentro da bolsa é de no mínimo 30 (trinta) dias. Sugere-se após a intervenção a aplicação de barreira química no espaço de exposição ou de acondicionamento do material tratado com o objetivo de impedir a ocorrência de novos ataques de xilófagos, bibliófagos, etc.

O controle dos índices de oxigênio no interior das referidas bolsas é obtido com o auxílio de oxímetros, enquanto a umidade relativa do ar e a temperatura são igualmente monitoradas com o emprego de termo-higrômetros. O tamanho dessas bolsas pode variar de 01 a 250 metros cúbicos. Como mencionado, a montagem de toda a estrutura pode ser feita “in loco” ou, no caso de limitação de espaço, em local seguro e de inteira responsabilidade do Grupo Oficina de Restauro.

Site: www.grupooficinaderestauro.com.br
email: grupooficina@veloxmail. com. br
Endereço: Rua Ceará, 1593 – Funcionários – Belo Horizonte/MG – Cep: 30150311
Telefones: (31) 32271063 – (31) 32873041

Informações enviadas por Adriano Ramos do Grupo Oficina de Restauro  à ACCR – Associação Catarinense de Conservadores e Restauradores

III Conferência Municip0al de Cultura – Florianópolis -SC

Tags

Nos dias 19 e 20 de março vai acontecer a III Conferência Municipal de Cultura de Florianópolis. A participação de todos é muito importante.

A Programação e local para inscrição está no site do Conselho Municipal de Política Cultural de Florianópolis

Aproveite também para confirmar sua presença no Evento no Facebook

Nota

Palestra: “Da história à Administração Pública”

Tags

A Prefeitura de Joinville, a Fundação Cultural e o Arquivo Histórico

Convidam para palestra “Arquivos e usos contemporâneos do passado: da história à administração pública” com Paulo Knauss Mendonça, Diretor do Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro.

Data: 20 de março 2012

Horário:  19h às 22h

Local: Câmara de Vereadores de Joinville, Av. Hermann August Lepper, 1. 100 – Saguaçu.

Valores: EVENTO GRATUITO

Informações (47)3422-2154
ah@joinvillecultural. sc. gov. br

Iphan/MG inaugura as futuras instalações do Arquivo Histórico de São João del-Rei

Tags

O Iphan/MG irá inaugurar neste dia, 13 de fevereiro de 2012, as futuras instalações do Arquivo Histórico de São João del-Rei. As atividades cotidianas que eram desenvolvidas no Escritório Técnico, enquanto unidade representativa e administrativa do Iphan na cidade, e até então era também a sede de importante acervo documental, em breve estará em um local pensado e idealizado exclusivamente para ele.

Arquivo Histórico São João del Rey-MG

Na construção do edifício anexo ao Escritório Técnico com 480 m², para abrigar especificamente o rico e grandioso Arquivo Histórico e uma biblioteca com um vasto acervo na área de patrimônio e cultura, o Iphan/MG investiu mais de dois milhões para este espaço que dará mais conforto para a população em geral. O Escritório Técnico também recebeu recursos para reformas na alvenaria, requalificação, modernização e substituição das instalações elétricas e implantação de sistema de dados e telefonia, assim como a restauração da belíssima pintura artística da recepção e sala de apoio.

Neste momento, destaca Mário Ferrari, técnico e fiscal responsável pelo acompanhamento da obra, estaremos entregando a edificação que irá receber o Arquivo. Os históricos documentos irão passar por um processo de higienização, cujo custo é de R$ 400 mil reais. Leonardo Barreto, Superintendente do Iphan/MG ressalta que a previsão para o término da higienização dos documentos para que eles possam ser alocados no novo prédio está prevista para setembro de 2012.

O Escritório Técnico possui uma rotina de funcionamento de segunda à sexta-feira, de 8h às 18hs, atendendo uma média/mês de 220 pesquisadores no Arquivo Histórico.

Jairo Braga, gestor do Arquivo Histórico, complementa que este será um espaço voltado para a história e memória, “o Iphan estará dando um grande passo na construção de uma identidade cultural cada vez mais coletiva e a apropriação por parte da população que garantirá a perpetuação dos saberes, fazeres e porque não das políticas sociais”.

O Histórico

O arquivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional foi formado em 1956, quando o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais passou à responsabilidade ao antigo DPHAN a guarda da documentação cartorária que teve trânsito na antiga comarca do Rio das Mortes.

Não é nenhum exagero afirmar que obrigatoriamente a história de Minas Gerais passa pela documentação cartorária, eleitoral, coletoria estadual e uma coleção de jornais e revistas datadas do final do século e princípio do século XX. Um dos mais antigos das Minas Gerais.

São mais de 115 títulos de séries documentais cujas datas limites são: 1709-1986. São processos de inventários, testamentos, processos crimes, sesmarias livros de notas, jornais entre muitos outros.

Uma leitura detalhada dessa documentação, não só nos permite recompor e conhecer as lideranças sociais da antiga capitania mineira, como também um resgate do processo de escravidão nas Minas Gerais. Fontes diversificadas com gamas de informações variadas com capacidade de contextualização de conjuntura econômica, social, política e religiosa.

O arquivo histórico do Iphan é passagem obrigatória para estudantes, pesquisadores, consulentes em geral que procuram entender a expansão do território mineiro. É passagem obrigatória também para o cidadão comum que através deste rico acervo exerce sua cidadania através da história e memória.

Fonte: IPHAN/MG

Curitiba (PR): Governo inicia obras de restauração do prédio do Museu da Imagem e do Som

Tags

As obras de restauração do prédio do Museu da Imagem e do Som (MIS), localizado na Rua Barão do Rio Branco, 395, em Curitiba, já foram iniciadas. A iniciativa do Estado de realizar as obras emergenciais visa garantir a integridade do edifício histórico, construído em 1890, e tombado pelo Patrimônio Cultural do Paraná em 1977. Uma empresa especializada em restauração foi contratada por meio de licitação.

Prédio do Museu da Imagem e do Som

Inicialmente serão realizadas obras de consolidação do piso, telhado e paredes. Em uma segunda fase, o restauro abrangerá todo o edifício, para revitalizar o espaço e permitir a sua reutilização. Atualmente o museu funciona em sede provisória, na Rua Máximo João Kopp, 274, bloco 4, no bairro Santa Cândida. Continuar lendo

Seduc e Setur discutem projeto de Intercâmbio Turístico no RS

Tags

, ,

Na manhã desta segunda-feira (6) o secretário de Estado da Educação, Prof. Dr. Jose Clovis de Azevedo, acompanhado da secretária-adjunta, Maria Eulalia Nascimento, recebeu a secretária de Estado do Turismo, Abgail Pereira, para dar continuidade às ações do projeto “Intercâmbio Turístico Pedagógico”. Na ocasião, foi discutida a nomeação de integrantes do Comitê de Transversalidade entre as Secretarias de Estado da Educação (Seduc) e do Turismo (Setur), instituído a partir de portaria assinada em 14 de dezembro pelas Secretarias.

O Comitê
Tem como objetivo planejar e executar ações de educação para o turismo, desenvolvendo os valores do bem-receber e da hospitalidade. O órgão técnico também vai fomentar a qualificação de professores, gestores, estudantes e comunidades para a valorização e o reconhecimento das manifestações culturais, da diversidade étnico-racial, das práticas sociais estabelecidas e do patrimônio material e imaterial do Rio Grande do Sul, mediante a prática do turismo pedagógico.

O Projeto
Desenvolvido pela Secretaria de Turismo (Setur), é voltado para a comunidade escolar, e tem como meta atingir diretamente 1500 alunos da rede através do projeto piloto. No primeiro momento, o projeto será implantado nas regiões da Serra Gaúcha, Grande Porto Alegre e Região dos Vales, priorizando as escolas que estejam em áreas de vulnerabilidade, contemplando a diversidade de cada localidade e de suas comunidades. Segundo a secretária Abgail, o intercâmbio visa formar cidadãos críticos e participativos, alinhando a educação patrimonial a formação curricular.

Fonte original da notícia